top of page

Startup M Lima Engenharia participa de fórum da ONU sobre a Água "Water we waiting for?"

Atualizado: 27 de abr. de 2023

A M Lima Engenharia, startup sediada no Parque Tecnológico da Unicamp, participou do Fórum da Conferência Oficial da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre a Água “Water we waiting for?!”, realizado na última terça-feira, 21, véspera do Dia Mundial da Água.


No fórum transcontinental, realizado no formato híbrido, foram apresentados e discutidos projetos entre os 5 países participantes (Estados Unidos, Holanda, Quênia, Suíça e Brasil) no âmbito do desenvolvimento sustentável associado à água, sendo sediado em: Nova Iorque, Delft, Nairóbi, Zurique e Campinas.


Campinas foi um dos hubs participantes, sendo representado pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e sediado no Núcleo Interdisciplinar de Planejamento Energético (NIPE).


Um dos temas tratados no fórum foi a “Implementação de tratamento circular de esgoto no Brasil: desafios e oportunidades”, que gerou uma discussão relevante em torno da possibilidade de realizar projetos em parceria com universidades internacionais e empresas privadas.



Registros do Fórum transcontinental da Conferência Oficial da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre a Água “Water we waiting for?!”


A M Lima Engenharia participou do fórum por meio de uma exposição de seus principais reatores (reator percolado, reator CSTR e reator de leito fixo), além de soluções exclusivas desenvolvidas pela empresa para o segmento de Biogás (suplementação de vitaminas e micronutrientes e o sachê alcalinizante), fruto de uma parceria de pesquisas realizadas junto com a Unicamp.


Exposição de reatores da empresa M Lima Engenharia no fórum da Conferência Oficial da ONU sobre a Água, sediado no Núcleo Interdisciplinar de Planejamento Energético (NIPE) da Unicamp em Campinas.


Os três reatores (percolado, CSTR e de leito fixo) são um tipo de biorreator utilizado para digestão anaeróbia com foco na produção de biogás, tendo algumas diferenças entre eles:

  • O reator percolado aplica-se a substratos sólidos (preferencialmente) e líquidos, porém não de maneira conjunta

  • O reator CSTR, além de focar na produção de biogás, pode ser utilizado no tratamento de efluentes, no qual aplicam-se tanto substratos líquidos como sólidos, e de maneira conjunta, em co-digestão

  • E o reator de leito fixo oferece a possibilidade de tratamento de efluentes líquidos


Além desses equipamentos, a M Lima Engenharia também expôs soluções exclusivas que auxiliam no processo de biodigestão anaeróbia, desenvolvidas pela empresa a partir de pesquisas em parceria com a Unicamp: Suplementação de vitaminas e micronutrientes e sachê Alcalinizante.


Suplementação de vitaminas e micronutrientes


Alcalinizante


A suplementação de vitaminas e micronutrientes, em cápsulas, estimula o processo de digestão anaeróbia e consequente aumento da produção de metano (CH4) no biogás. Já o alcalinizante é um produto de fácil aplicação, que tem o intuito de aumentar o pH do meio de digestão anaeróbia, focando na produção de metano (CH4), desenvolvido considerando as melhores proporções de hidróxidos, carbonatos e bicarbonatos para regulação do pH e também manter o poder tampão do processo, evitando mudanças de pH e consequentes alterações nas rotas microbianas.


Personalidades nacionais e internacionais participantes do fórum, entre pesquisadores(as), professores(as), gestores, empresários e empreendedores.


Participaram do evento: Vasco Rodrigues - Vice-cônsul geral em São Paulo; Robert Thijssen - Cônsul de Inovação, Tecnologia e Ciência do Consulado Geral da Holanda em São Paulo; Marcelo Nolasco - USP; Luana Mattos - FECFAU Unicamp; Patrícia Osseweijer - TU Delft; Marie Kummerlowe - TU Delft; Gustavo Paim - FEQ Unicamp; Hélio Gabardo - Solvey; Thiago Oliveira - General Water; Prof. Marcelo Brocchi - PRP; Thiago Bressani - CRETES; Bruna Moraes - Coordenadora e pesquisadora (NIPE); Brenno Lima - CEO da M Lima Engenharia.




Equipe de marketing | M Lima Engenharia



159 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page